Qual a importância da representatividade no marketing?

Qual a importância da representatividade no marketing? | FIZZING 360º

Com a evolução da humanidade, algumas pautas surgem na sociedade para trazer questionamentos e transformações. Se você procura atualizar-se sobre esses temas e os assuntos mais comentados no mundo e, principalmente, na Internet, já deve ter ouvido falar sobre a representatividade. Em busca de igualdade, o movimento tem ganhado força nas redes sociais e vem sendo apoiado por empresas. Mas qual é a real importância das marcas entenderem e abraçarem a causa? Como pode ser desenvolvida a representatividade no marketing? Confira neste texto!

O que é representatividade?

O conceito básico de representatividade consiste em promover a inclusão de um grupo ao retratá-lo por meio de uma figura pertencente. Porém, mais do que uma definição, é importante entender o que isso significa. O movimento defende a igualitária representação de todas as comunidades. A simbologia vai além do que muitos pensam. Por meio dela, o indivíduo sente identificação. Além disso, vê-se incluído em espaços que, antes, não o integravam.

Na última década, os movimentos por igualdade social tiveram a maior representatividade de grupos marginalizados como uma das pautas. Vale ressaltar que, em alguns casos, esses grupos são chamados de minoria, mas representam parcela significativa da sociedade. Um exemplo é a comunidade negra no Brasil, que compreende mais de 56% da população, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Qual a relevância da representatividade no marketing?

Um erro comum de muitas empresas é acreditar que uma campanha de marketing digital visa exclusivamente a venda de produtos ou serviços. É fundamental ter em mente a importância da criação de uma conexão com o público. Para isso, é essencial gerar identificação. Quando uma pessoa se reconhece e se sente abraçada, ela passa a ver aquela organização de forma mais positiva. Por isso que a representatividade no marketing é tão importante.

No entanto, a integração desse movimento deve estar alinhada à cultura organizacional da empresa. É essencial que a inclusão da representação de grupos sociais não seja realizada apenas pelo fato do assunto estar em alta. Afinal, a comunicação deve manifestar o posicionamento real de uma marca. O empenho da representatividade no marketing promove uma maior humanização da companhia, já que mais pessoas e ideias serão ouvidas e englobadas.

Case de representatividade no marketing | FIZZING 360º
Case de representatividade no marketing | FIZZING 360º

Como desenvolver a representatividade no marketing?

Mais do que incluir uma arte com a imagem de uma pessoa simbolizando um grupo, a representatividade no marketing deve abranger a cultura e as tradições da comunidade. Tal conceito precisa estar integrado a todo o plano estratégico de comunicação. Para isso, é necessário conhecer o público e seus interesses. A melhor decisão é desenvolver uma persona. Assim, é possível criar todo o conteúdo focado nela e alcançar as pessoas que possam ter interesse nele.

Além de definir a cultura organizacional e os movimentos que irá adotar, há diversas ações que podem incluir a representatividade no marketing. Uma ideia que pode ser aderida é a inserção de pessoas que simbolizem todo um grupo. Para isso, é possível fazer uma parceria ou publicidade com influenciadores digitais. Dessa forma, atinge-se um público maior, que se identifica com aquela figura.

No entanto, há outras maneiras de estar em conformidade com a conceituação. Por exemplo, evitar termos que são considerados pejorativos e buscar utilizar a linguagem do público são medidas úteis. Outras possibilidades são a criação de posts de personalidades e datas relevantes para a cultura daquele grupo. Dessas formas, demonstra-se a devida atenção que ele e sua história merecem.

Fizzing 360º apoia a representatividade no marketing

Para facilitar a integração desses conceitos na sua marca, invista em uma agência de publicidade, marketing digital e comunicação integrada, como a Fizzing 360º. Com 9 anos no mercado, defendemos a representatividade no marketing e estamos atentos às pautas de grupos sociais inseridos em ações criadas para nossos clientes. Além disso, não fazemos distinções entre as pessoas e fornecemos oportunidade de trabalho sem diferenciá-las por quaisquer características.