Pinterest e Facebook despontam como Lojas Virtuais nas Redes Sociais

Redes sociais e lojas virtuais agora juntas

 
FacebooktwitterpinterestlinkedinFacebooktwitterpinterestlinkedin

 
A todo momento agências e profissionais de marketing digital experimentam estratégias que sejam boas tanto para as empresas, quanto para os clientes. Não é novidade para ninguém que as redes sociais têm o poder de alavancar as vendas de produtos e serviços, se for usada de maneira eficaz.

Tentando aproveitar de forma mais inteligente a postura dos usuários – o engajamento, o curtir, o plus e o compartilhar –, algumas startups estão unindo as redes sociais aos e-commerces, de maneira velada, para que não só utilizem as redes como meio de aumentar vendas, como também conquistem consumidores em potencial para a marca.

A inovação do Pinterest e The Fancy

 
Podemos citar como pioneiras nesse tipo de estratégia as startups Pinterest e The Fancy. As duas misturam álbum de fotos com loja virtual, nos quais o público é o divulgador e, ao mesmo tempo, o cliente.

Após o cadastro nesses sites, os usuários começam a visualizar as fotos. E ao clicarem nas que gostaram, aparecem outros itens semelhantes. Além das imagens, uma etiqueta com o valor e o link dos produtos direciona o usuário diretamente para o local de compra do produto. Desta forma, toda a audiência presente nessas redes sociais pode se transformar em clientes em potencial.

Pinterest e Facebook despontam como Lojas Virtuais nas Redes Sociais

A diferença estratégica entre anúncios do Facebook e a prática da The Fancy

 
É comum associarmos as duas plataformas, pois elas são usadas pelas empresas com o objetivo de alavancar vendas de produtos e serviços. Já os anúncios do Facebook não podem ser comparados com o The Fancy, pois ele é efetivamente um site de vendas que tem jeito de rede social.

Na prática parece funcionar bem. O compartilhamento dos usuários no Pinterest, por exemplo, pode não levar à compra do produto efetivamente, mas deixa sua marca inserida em uma rede com mais de 10 milhões de usuários que podem não consumir, mas passar a desejar seu produto através de uma simples foto que viram no perfil de outro usuário.

Por isso, é necessário que o planejamento de marketing digital da sua marca seja direcionado para as redes sociais corretas, que podem não só aumentar o número de conversões, como também aumentar o número de consumidores em potencial.

FacebooktwitterpinterestlinkedinFacebooktwitterpinterestlinkedin
The following two tabs change content below.
Avatar

Andrielle Bressane

Jornalista com um quê de publicidade. Tem no marketing digital a possibilidade de trabalhar com geração de conteúdo para WEB. Atua também como supervisora de conteúdo na agência Fizzing Marketing Digital.
Avatar

Latest posts by Andrielle Bressane (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *