Capa blog com frase do titulo do texto e animação de uma reunião | Tendências de marketing em 2019

Tendências de marketing em 2019

 
Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinFacebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin

Uau, já estamos no final do ano! Parece que foi ontem que estávamos aqui falando sobre as Novidades para 2018. De lá pra cá, o universo do marketing digital passou por tanta coisa…

Um dos fatos que mais marcou 2018 no digital certamente foi a expansão da automatização de mensagens, os chatbots, seja através do Facebook Messenger ou pelo WhatsApp. As mensagens automáticas pelo WhatsApp, inclusive, indiscutivelmente influenciaram o resultado das Eleições deste mesmo ano, ainda mais no segundo turno, seja com a propagação de notícias verdadeiras ou das famosas fake news.

Justamente por conta dos sentimentos políticos aflorados, somados a diversos casos de vazamento de informações e bugs ao longo do ano, em 2018 também notamos uma migração ainda maior de pessoas saindo ou diminuindo suas participações no Facebook e criando suas contas e/ou interagindo muito mais no Instagram. O sentimento que ficou é de que o Instagram estaria começando a se tornar “o novo Facebook”, pelo menos para alguns nichos. Será que isso vai se consolidar em 2019?

E isso foi só pra falar as partes mais importantes no marketing digital brasileiro em 2018. De qualquer forma, o ano passou e agora já é hora de pagar o 13º aos funcionários e também de pensar sobre o orçamento disponível para o ano que vem. E, depois de um ano em que tivemos o valor do dólar chegando a níveis alarmantes, é natural ter receio na hora de investir em coisas novas. Então, onde é possível apostar sem medo? Para responder isso, listamos aqui uma série de tendências de marketing em 2019.

São diversas opções e ferramentas que foram recentemente implementadas ou estão sendo testadas para serem liberadas em breve a todos e que podem facilitar muito a comunicação e as vendas para seu negócio. Ainda reunimos aqui algumas novidades sobre comunicação integrada que podem fazer grande diferença nas suas receitas no ano que vem.

Novidades para o Facebook Marketing em 2019

Ainda bastante amado e defendido por alguns, odiado e evitado por outros, fato é que o Facebook não vai deixar de ser importante em nossas vidas apenas de um ano para o outro. Assim como as novidades na rede social não vão deixar de vir à tona.

O Facebook continua sendo importante para as empresas, pois ele se torna um dos maiores referenciais de como anda o relacionamento delas com seus públicos. E, agora, esse relacionamento precisa ficar ainda mais forte, uma vez que o Facebook passou a mostrar a pontuação da classificação do público logo ao lado do avatar da página, no momento em que o usuário busca por ela na rede social. Essa classificação também fica destacada logo abaixo da capa da página.

Captura de tela da busca do Facebook mostrando como resultado a página da Clínica Innovara | Tendências para 2019
Resultado da busca do Facebook mostrando a pontuação da Clínica Innovara, um dos clientes da Fizzy

Uma coisa que o Facebook tentou fazer acontecer, mas não teve tanto efeito quanto o esperado foi o Facebook Stories. Apesar de ainda não ser tão popular quanto as histórias do Instagram, uma coisa que ainda faltava eram as publicações impulsionadas (patrocinadas) dentro da ferramenta, certo? Mas muito em breve essa falta não vai mais existir. O Facebook já vem testando essa possibilidade em algumas grandes marcas, pensando em lançar esse recurso em 2019. Essa é uma possibilidade de utilizar vídeos e anúncios de tela cheia para públicos que ainda não usam o Instagram.

Exemplo Facebook Stories Ads | Tendências para 2019
Exemplo de Facebook Stories Ads para o KFC americano e o Kettle Brand

Uma novidade que pode não significar muita coisa para quem ainda não está familiarizado com termos específicos do marketing digital, mas que animou muito a gente aqui na Fizzy, foi o início dos testes de uma ferramenta que pode medir o lift brand das campanhas dentro do Facebook. Lift brand é o termo para a mensuração dos resultados de conscientização, percepção e interesse do público pela marca e seus anúncios. Em português claro, é o quanto aquela campanha está de fato funcionando para o seu público. Com a possibilidade da vinda desse tipo de ferramenta para o Facebook, agora poderemos acompanhar em tempo real o quanto as campanhas criadas estão despertando o interesse do público e adaptá-las rapidamente. Ou seja, vamos poder aprimorar ainda mais a comunicação com o público, aumentando as chances de conversão.

Tendências no Instagram Marketing em 2019

Como já adiantamos, estamos percebendo um início de mudança no comportamento do usuário na internet. Até meados de 2018, o top 3 de redes sociais em número de usuários era:

  • 1º) Facebook (2,2 bilhões)
  • 2º) YouTube (1,9 bilhão)
  • 3º) Instagram (1 bilhão)

Entretanto, tudo indica que em pouco tempo, talvez já em 2019, o Instagram se torne a principal rede social em todo o mundo.

via GIPHY

A explicação se divide em duas partes: primeiro, apesar de o Facebook ter mais de 2,2 bilhões de usuários em todo o mundo (e destes, 127 milhões usam mensalmente só no Brasil), a rede social criada por Mark Zuckerberg tem perdido cada vez mais o número de usuários ativos, principalmente o público jovem ou mais conectado. Muito por conta das mudanças algorítmicas, que têm feito com que as pessoas vejam muito mais conteúdo de pessoas do seu próprio ciclo de amigos e parentes, dos constantes bugs que a rede social tem enfrentado (já percebeu que as notificações têm estado um pouco estranhas nas últimas semanas?) e dos casos frequentes de invasão de dados.

Enquanto no Facebook acontece esse caos, o Instagram continua com o seu universo praticamente livre de campanhas políticas, bugs ou invasões suspeitas, o que tem feito com que cada vez mais pessoas deem preferência a essa rede. Ah, e chegou em agosto de 2018 à marca de 1 bilhão de usuários (vamos nos lembrar que a rede social não tem nem 10 anos de operação ainda).

Pausa: Isso significa que se deve abandonar de vez o Facebook? NÃO. De forma alguma! Apesar de ter problemas, milhões de pessoas ainda utilizam a rede social diariamente. Sem falar que o Facebook tem o mais completo poder de segmentação de anúncios em todo o mundo. A questão é saber priorizar, dependendo do seu público. Se você pretende atingir mais o público jovem, por exemplo, talvez seja a oportunidade apenas de saber inverter a ordem do “senso comum” e usar mais o Instagram que o Facebook.

A segunda parte da explicação sobre acreditarmos que o Instagram pode se tornar a principal rede social ainda no próximo ano está relacionada com uma novidade que está sendo aguardada há alguns meses pelos principais criadores de conteúdo e influenciadores digitais: a monetização do IGTV.

Ok, o IGTV ainda não pegou. Pouca gente assiste o conteúdo criado por lá, por mais que o Instagram force a barra para a gente assistir. Muito devido à falta de importância dada pelos criadores de conteúdo (“se já tenho o YouTube, que me remunera, pra que criar conteúdo exclusivo para o IGTV, que ainda não dá retorno direto?”) e por falta de hábito (“se eu já tenho o YouTube para me distrair quando quero assistir a vlogs, pra que vou me ocupar também com o IGTV e acabar com o meu pacote de dados?”).

Mas isso tende a mudar a partir do momento em que o IGTV passar a monetizar os vídeos a partir da audiência que eles tiveram. Essa monetização foi prometida pelos antigos CEOs do Instagram, Kevin Systrom e o brasileiro Mike Krieger, no lançamento do IGTV. A partir do momento em que os criadores de conteúdo usarem a plataforma com exclusividade, o movimento natural é que esses fãs passem a usar mais ela, roubando os acessos que o YouTube tem para assistir apenas a um determinado influenciador. Ou seja, mais uma migração é prevista aqui: do YouTube para o Instagram.

Mais pessoas no Instagram significa mais conteúdo gerado pelos usuários. E a sua empresa pode muito bem se aproveitar disso. Para aumentar o relacionamento entre os seus clientes e sua empresa, pequenas ações, como repostar conteúdo que eles mesmos criaram citando a sua marca fazem uma grande diferença. Além de gerar marketing espontâneo (o seu cliente estará falando gratuitamente sobre você para 100, 200, 1000 pessoas, isso considerando apenas a própria bolha dele), a sensação de ter sido notado pela sua empresa vai torná-lo um advogado da sua marca. E em um mundo em que testemunhos reais ganham cada vez mais credibilidade do que simples “papo de publicitário”, ter advogados da marca pode ser fundamental para poder sair de qualquer situação de crise.

Lembrando que os recursos de vendas que já estão disponíveis no Instagram vão continuar lá, firmes e fortes: cadastro e marcação de produtos, campanhas de conversão, Instagram Stories Ads etc.

Ah, por falar em Instagram Stories, a empresa tem testado a opção de compra direta por lá. Essa opção vem sendo testada em algumas páginas e tudo indica que em breve estará disponível para todos. É como acontece com a marcação de um usuário nos Stories: bastará marcar um produto (previamente configurado na loja do Facebook) e pronto, o usuário interessado na compra só precisa clicar na marcação e prosseguir com a compra.

Colagem com capturas de telas mostrando a o processo de compra no Instagram | Tendências para 2019
Com a tag de produtos no Instagram Stories, a rede social terá mais uma opção de venda direta de produtos.

Tendências de automação de conteúdo em 2019

Uma palavra que foi tomando cada vez mais força nos últimos tempos é conversação. Uma simples conversa é capaz de convencer qualquer pessoa a fazer qualquer coisa, inclusive fazer seu cliente finalizar a conversão. E, para dar conta de poder “conversar” com tanta gente, só mesmo através de automações.

2018 foi o ano em que comprovamos que o WhatsApp realmente tem um grande poder de conversão, pois aqui a conversa volta a ser do clássico modo um-para-um. Tanto que nós da Fizzing passamos a usar botões de contato direto via WhatsApp para diversos clientes, inclusive em nosso próprio site. E muitos de nossos novos clientes entraram em contato com a gente por esse meio.

O x da questão é saber como fazer o máximo possível sem extrapolar os limites do bom senso. Como foi amplamente propagado pela imprensa, o uso de robôs foi determinante para as eleições de 2018, chegando a ser necessário o banimento de várias empresas especializadas em disparo de mensagens em massa. O que elas fizeram de errado? A maioria delas enviaram as mesmas mensagens para um grande número de usuários que nunca interagiram com o remetente antes. Ou seja, SPAM.

Portanto, uma estratégia básica e que muitos simplesmente ignoraram ou não se deram conta é a regrinha básica de que quem tem que mandar a primeira mensagem é o cliente. Só depois dele demonstrar interesse em entrar em contato com sua empresa é que se pode começar o diálogo.

Exemplo de campanha para Drogaria Cristal, levando para o WhatsApp da empresa | Tendências para 2019
Exemplo de campanha para a Drogaria Cristal

Isso nos faz acreditar que 2019 vai ser um ano em que a comercialização pelos aplicativos de mensagens vai ser ainda mais aprimorada, principalmente com a vinda de recursos como o pagamento de boletos pelo WhatsApp (que já é uma realidade no Messenger, apesar de ainda não muito utilizada por aqui).

Ah, e se prepare para receber anúncios pelo zap também, hein?! O Facebook já anunciou essa possibilidade, como forma de iniciar a monetização do aplicativo. Agora imagine só poder anunciar, conversar e negociar com o cliente para finalizar a conversão, tudo dentro do mensageiro mais usado em todo o mundo. Interessante, não?!

Mas a automação não acontece apenas nos mensageiros instantâneos. O bom e velho e-mail marketing ainda mantém seu grande poder de conversão e não pode ser esquecido. É só lembrar que 76,8% dos brasileiros que usam e-mail regularmente já realizaram compras por causa do e-mail marketing. Apesar de não haver muitas novidades para o ano que vem, vale a pena sempre considerar essa estratégia para as suas comunicações com seus clientes – SEMPRE segmentando. Apesar de dar mais trabalho, comunicação um-para-um por vezes é muito mais assertiva do que um-para-muitos.

Uma boa segmentação requer a captação de TODO tipo de dados que você puder. Muito além do aniversário e do nome, boas conversões acontecem quando aproveitamos oportunidades. Quantas unidades esse cliente comprou? Quanto tempo levaria para ele precisar do seu produto de novo? Quais tipos de produto ele mais gosta? Ele costuma ler e-mails mais de manhã, no horário do almoço ou no fim do dia? Tudo isso pode fazer a diferença na estratégia do seu e-mail marketing.

Segmentação de e-mail marketing não é uma tendência para 2019. Essa estratégia existe há alguns anos. Mas ter esse pensamento se torna ainda mais importante quando a preocupação com o comportamento do consumidor ganha relevância. Afinal, ele é determinante para uma comunicação 360° assertiva. E essa ideia, sim, se tornará ainda mais forte em 2019.

Uma das principais tendências de marketing para 2019 será voltar a pensar no comportamento do consumidor

Conhecer a jornada do consumidor nunca deixou de ser importante, mas se preocupar com isso ganha ainda mais necessidade, uma vez que temos a sensação de que todo mundo fez o caminho dos anúncios na internet e ela se tornou um caos. Fica cada vez mais difícil conquistar a atenção do consumidor em meio a tanta informação. Com isso, voltar a algumas formas tradicionais de anúncios talvez não seja uma ideia tão má assim. Para ter certeza, basta saber onde o seu cliente está e o que ele faz.

Mais do que o simples estudo demográfico dos seus clientes, se tornará muito mais importante saber que tipo de conteúdo ele consome, quais formas de lazer ele procura, por onde ele anda e a quem ele dá ouvidos na hora de decidir por uma compra. Isso parece óbvio para quem já está familiarizado com o ramo da publicidade, mas esse tipo de preocupação é sempre deixada de lado ou vista como exagero para quem não está acostumado. E, acredite, essa estratégia tem dado MUITO certo com nossos clientes aqui na Fizzy.

Conhecer essas coisas vai tornar tudo muito mais fácil. Torna-se simples definir em qual rua colocar aquele outdoor, qual microinfluenciador chamar para aquela campanha importante, com qual empresa fazer uma ação de parceria, com quem se preocupar na hora de iniciar uma comunicação (nem sempre será com o consumidor). Isso significa que investir em pesquisa pode ser a diferença entre o sucesso e o fracasso de suas ações de marketing. Viu por que pensar em marketing integrado é tão importante?

Como fazer para aprimorar meu investimento em marketing em 2019?

Já deu pra ver que 2019 vai trazer muita coisa boa para o mundo do marketing, né?! E nós aqui da Agência Fizzing 360°, agência de marketing digital e comunicação integrada estamos animados pelas coisas que estão por vir. Tem muita novidade para explorar! Ah, e claro, tem muita estratégia que podemos aplicar diretamente para o seu negócio, seja para aumentar as suas vendas, se tornar uma referência ou simplesmente anunciar em qualquer canal de mídia.

Venha tomar um cafezinho com a gente! Vamos adorar conversar com você e ajudar a transformar o seu negócio.

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinFacebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin
The following two tabs change content below.
Bruno Martins

Bruno Martins

Aos 23 anos e cursando Publicidade, Bruno é apaixonado por descobrir coisas novas. É fã do que é bom. Adora tirar fotos de paisagens, cantar em karaokê, criar playlists no Spotify e conversar sobre o comportamento humano.
Bruno Martins

Latest posts by Bruno Martins (see all)