A importância do e-commerce no varejo em tempos de crise

 
FacebooktwitterpinterestlinkedinFacebooktwitterpinterestlinkedin

A crise do COVID-19 está impactando negativamente toda população, desde a saúde à economia. Um setor que tem sofrido grandes prejuízos é o varejo, pois alguns estados brasileiros ordenaram o fechamento das lojas. Uma forma viável de recuperação dos negócios é o investimento no marketing digital e no e-commerce, afinal, as pessoas estão ficando mais tempo conectadas às plataformas digitais durante este período de isolamento. Mas, como iniciar esse processo?

Por que investir no e-commerce?

Antes de entrarmos, de fato, na importância do e-commerce no varejo durante a crise, é primordial que os empresários do setor varejista compreendam a necessidade de investirem neste tipo de solução. Em 2019, as vendas pela internet passaram dos R$ 75 bilhões, segundo o relatório NeoTrust. Este número tão expressivo é uma comprovação de que o futuro do varejo é digital e empreendedores que não estão dispostos a investir nesse mercado estão fadados a ficarem para trás da concorrência.

Isso acontece porque o comércio é muito atrativo nas plataformas digitais, onde o usuário sente a necessidade de comprar por estímulos causados com a onda de informações que ele recebe. Logo, ele pesquisa por conteúdos que levem-o ao vendedor mais confiável e com o preço mais acessível para consumir o produto desejado.

E-commerce: Solução na crise?

A crise na economia só fomenta a urgência do setor em se modernizar e ficar atento às tendências do e-commerce. Claro que este processo deve ser viabilizado por uma logística, através da Engenharia de Vendas, que determina o caminho que o usuário irá fazer para comprar o produto. Ou seja, a construção de uma plataforma de e-commerce interessante, estimulante visualmente e de fácil manuseio. Todos esses itens contam na decisão final do consumidor, pois é improvável que o usuário navegue por um site com bugs ou sem responsividade para dispositivos mobile.

Mas, pode surgir uma pergunta: como atrair consumidores mesmo com pouco movimento na economia? Você deve viabilizar essas compras com ações que despertem o interesse do usuário, como: frete grátis, descontos, fidelização etc. Mesmo que não seja o momento oportuno para tais atitudes, você, empresário, deverá repensar as prioridades do seu negócio e executar as melhores estratégias de marketing na situação.

Através do marketing digital é possível analisar e identificar as melhores oportunidades para os negócios e gerar insights. Assessorar e-commerce necessita de visão analítica sobre o cenário atual, para que se possa apresentar o produto da melhor forma ao consumidor final e gerar essa conversão. Campanhas devem ser pensadas e guiadas visando vender o produto, mas, também, levando uma mensagem de conscientização. Afinal, no mundo digital, os consumidores prezam por marcas humanizadas.

Marketing para e-commerce é na Fizzing 360º

Desenvolver um site de e-commerce e gerenciar campanhas que convertam em vendas requer um conjunto de domínios, como: marketing digital, web design e tecnologia da informação para desenvolvimento em plataformas como WooCommerce, Magento, entre outras. A Fizzing possui um time de excelência e com ampla experiência no setor. Em momentos de crise, é fundamental o planejamento dos negócios, para que, então, sejam aplicadas técnicas que alavanquem suas vendas. Vamos conversar?

Fale com a gente pelo WhatsApp e veja como podemos revolucionar o seu negócio!

FacebooktwitterpinterestlinkedinFacebooktwitterpinterestlinkedin
The following two tabs change content below.
Fizzing 360°

Fizzing 360°

Blog oficial da Fizzing 360°, agência de marketing digital e comunicação integrada com sede no Rio de Janeiro, mas que atende clientes de todo o Brasil. Fundada em 2011, temos expertise em gerenciamento de comunicação, integrando ações online e offline.