Geomarketing: como usar a geolocalização para impulsionar seu negócio

Você já deve ter passado por uma situação como essa: está doido para comer uma pizza, mas não conhece nenhuma pizzaria na região. Aí, joga no Google algo como: “pizza delivery” e, imediatamente, surgem várias opções bem próximas de onde você está no momento. Esse é um bom exemplo do que chamamos de geomarketing ou marketing por geolocalização

A utilização de tecnologias de geolocalização no marketing está cada vez mais consolidada, conforme novos recursos vão surgindo e trazendo novas possibilidades. Hoje, a difusão de smartphones com GPS e ID permite identificar onde as pessoas estão no momento e quais lugares elas costumam frequentar. 

Desta forma, as empresas podem impactar o público não só no momento certo, como também no lugar certo, aparecendo como sugestão para pessoas que estejam próximas, enviando SMS e push notifications personalizados para quem está nos arredores, analisando os locais favoritos do internauta para traçar um perfil dele, entre outras ações. 

Veja as principais formas de usar o recurso da geolocalização na sua estratégia de marketing digital

Geotargeting 

Essa é a forma mais tradicional de geormarketing. Nela, você simplesmente segmenta seus anúncios e conteúdos de acordo com a localização, permitindo uma comunicação mais direcionada. 

Com as novas tecnologias digitais, existem muitas formas de segmentar a sua comunicação por área. Redes sociais, como Facebook e Instagram, permitem a segmentação por região, de forma que os seus anúncios e dark posts (postagens que aparecem apenas para um público específico, não ficando no feed) sejam exibidos apenas para usuários que morem em determinado bairro, cidade ou país. 

O Google Ads também possibilita que você apareça em destaque quando alguém faz uma busca em determinada região específica, como no exemplo que demos na introdução. 

Por que usar o geotargeting? 

Dependendo do seu negócio, você, talvez, não queira aparecer para todo mundo. Por exemplo: se o seu bar só existe em um determinado bairro, por que anunciar para pessoas de outros estados ou de cidades distantes? Seria muito mais eficaz criar anúncios segmentados para pessoas das redondezas, com uma comunicação direcionada: “Conheça o melhor bar do Méier”; “O melhor bar de rock de Copacabana”. 

Mesma coisa no Google: para que aparecer como resultado na pesquisa de alguém que provavelmente mora longe demais para visitar seu bar? Melhor segmentar seus anúncios para atrair aqueles que já estão procurando um lugar nas redondezas para tomar uma cerveja. 

Geofencing 

A estratégia do geofencing permite que você envie e-mails, SMS, notificações e outras formas de comunicação para pessoas que estão por perto, em tempo real. Você demarca uma determinada área em torno do seu estabelecimento e o GPS identifica todos os transeuntes que estão passando pela região no momento, enviando automaticamente a mensagem. 

Você pode usar esse recurso para, por exemplo, impactar pessoas nas redondezas com alguma promoção: “Aproveite para dar uma passadinha aqui na loja e compre roupas com 50% de desconto”.   

Por que usar o geofencing? 

Há uma grande chance de alguém que já está por perto dar uma passadinha na sua loja ou estabelecimento, especialmente se você oferecer um bom desconto ou aguçar a curiosidade dele(a) com uma novidade incrível. Nem que seja para, simplesmente, dar uma olhadinha. 

Check-ins (geotagging) 

Ao contrário das anteriores, essa forma de geomarketing é 100% espontânea. Aqui, estamos falando dos clientes que fazem os famosos check-ins em suas redes sociais, marcando seu estabelecimento nas publicações da timeline ou dos stories. Basta ficar atento às notificações e publicar esses vídeos e imagens na sua própria página. 

Entretanto, há, também, formas de estimular esse tipo de ação, como instalar um bom wi-fi, criar ações promocionais (exemplo: faça uma publicação marcando nosso estabelecimento e ganhe X% de desconto), retribuir o “carinho” por meio dos reposts e organizando eventos que seus clientes vão querer compartilhar. 

Por que usar os check-ins

Estamos falando de conteúdo gratuito e espontâneo, que os seus próprios clientes estão oferecendo de bandeja. Por que não aproveitar?

Além disso, o gatilho da prova social é uma ferramenta importante na hora de gerar credibilidade para o seu negócio e atrair novos clientes. Se muitas pessoas estão frequentando o seu estabelecimento, isso significa que ele deve ser um bom lugar. 

 Sites personalizados por região 

Já entrou em algum marketplace ou loja virtual, como na Ortobom, e se deparou com um pop-up questionando de que região você era? Alguns sites utilizam essa técnica de geomarketing para filtrar os produtos disponíveis para entrega em cada área ou disponibilizar ofertas exclusivas. 

Home do site da Ortobom, com um pop up questionando em qual estado e cidade a pessoa que está.

Por que usar os sites personalizados por região? 

Muitos e-commerces não conseguem entregar todos os produtos do catálogo em todas as regiões. Por isso, esse recurso pode servir como uma forma de filtro, facilitando a logística da empresa e evitando desgastes com os consumidores. 

Além disso, pode ser uma forma de estimular um aumento nas vendas dos seus produtos em regiões nas quais sua empresa precise se destacar mais, por meio de promoções segmentadas. 

Conte com uma agência que conhece os melhores recursos para fazer sua empresa se destacar 

A Fizzing tem uma equipe de especialistas em marketing digital, publicidade e comunicação 360º. Conte com a nossa ajuda para implementar ações de geomarketing que permitam tornar sua comunicação mais assertiva e eficaz. 

Entre em contato para saber mais: https://fizzing360.com.br/contato/  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Converse com um especialista